Governo contrata nova gráfica do Enem nos próximos dias, após liberação do TCU

  Sexta, 26.Abril.2019 às 09h30


Foto: Reprodução

Deve ser assinado, nos próximos dias, pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), o contrato com nova gráfica que será responsável pela impressão das provas do Enem. A RR Donelley, que imprimia as provas do Enem desde 2009, e poderia estender o contrato até 2020, anunciou falência, colocando em risco a realização do exame neste ano. A empresa realizou apenas dois processos licitatórios, em 2010 e em 2016. Esse último era investigado no TCU por suposto direcionamento a essa empresa. O Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), estava aguardando a deliberação do TCU (Tribunal de Contas da União) sobre o processo de licitação referente a esse trabalho, o que ocorreu na quarta-feira (24). No voto da relatora, ministra Ana Arraes, o ideal seria a realização de uma nova licitação, mas, por causa do prazo apertado, o tribunal autorizou o governo Jair Bolsonaro (PSL) a contratar a empresa posicionada em segundo lugar no processo, “desde que demonstrada a ausência de tempo suficiente para processar novo certame”. A nova contratada será a gráfica Valid, segunda colocada na disputa de 2016. Segundo o Inep, a empresa Valid já foi convocada, por meio de ofício, para manifestar o interesse em assumir o remanescente do contrato, nas mesmas condições estabelecidas no contrato anterior. “Portanto, o rito processual foi devidamente seguido, com total transparência e em estrita observância à Legislação que regula a matéria”, diz o instituto em nota. A assinatura final depende apenas de trâmites burocráticos no Inep. O governo avaliou que a realização de uma nova licitação poderia ser mais arriscada com relação aos prazos.